pós-graduação híbrida em

AUDITORIA EM CONTAS MÉDICAS E HOSPITALARES COM VIVÊNCIAS INTEGRADAS

360 horas

híbrido

por que uma
pós-graduação
híbrida?

  • Atividades online para fixação e avaliação de conteúdo – tanto individual quanto em grupo.
  • Aulas remotas ao vivo com professores da disciplina e oportunidade de interação com colegas de sala.
  • Aulas práticas presenciais para aplicação da teoria na vivência da profissão.

apresentação

Em tempos de gestão automatizada e de protocolos médicos eletrônicos, quando boa parte dos pacientes de hospitais e de clínicas de saúde têm suas contas pagas pelo SUS ou por planos de saúde, a precisão das contas médicas e hospitalares se tornou um imperativo para as organizações de saúde.

A auditoria de contas médicas e hospitalares é a principal ferramenta para garantir a exatidão e a credibilidade dos processos que geram as contas e faturamentos, que embasam os documentos e valores gerados por estes procedimentos. Verifica a exatidão da assistência em saúde prestada ao cliente, pela análise dos prontuários e verificação da compatibilidade entre procedimentos realizados e os itens que compõe a conta hospitalar cobrada, garantindo um pagamento justo mediante cobrança adequada.

É necessário, portanto, capacitar adequadamente os profissionais que comporão as equipes de auditores que realizarão esta atividade essencial em instituições hospitalares, centros de saúde e operadoras de planos de saúde,

Assim, o objetivo deste curso é formar profissionais com as competências necessárias para auditar processos de atendimento, bem assim sua documentação, que geram as contas dos clientes das organizações de saúde públicas e privadas, utilizando de forma ética e eficiente as ferramentas e técnicas de auditoria específicas a esta área.

objetivos

Conhecer as competências e técnicas gerenciais contemporâneas que permitam identificar e apresentar soluções aos problemas administrativos na gestão e formação das contas médicas e hospitalares

Associar atitudes éticas e bioéticas à atuação como auditor.

Capacitar a utilização de indicadores no processo de auditoria de contas médicas e hospitalares.

Capacitar o profissional para aferir a preservação dos padrões estabelecidos e proceder ao levantamento de dados que permitam conhecer a qualidade, a quantidade, os custos e os gastos da atenção à saúde.

Avaliar os elementos componentes dos processos da instituição, serviço ou sistema auditado, objetivando a melhoria dos procedimentos, por meio da detecção de desvios dos padrões estabelecidos.

Avaliar a qualidade, a propriedade e a efetividade dos serviços de saúde prestados à população, visando à melhoria progressiva da assistência à saúde.

Produzir informações para subsidiar o planejamento das ações que contribuam para o aperfeiçoamento das organizações de saúde e para a satisfação dos usuários.

Compreender a importância e o funcionamento do sistema nacional de acreditação de unidades de saúde.

Possibilitar a aplicação de técnicas, ferramentas e instrumentos da auditoria de contas médicas e hospitalares.

Estimular a troca de experiência entre os participantes, bem como a realização conjunta de estudos de casos de auditoria de contas médicas e hospitalares.

Identificar e compreender as fases do processo de auditoria contas médicas e hospitalares, bem assim a atuação do auditor em cada uma delas.

Conhecer e saber utilizar as ferramentas e técnicas necessárias à realização da auditoria contas médicas e hospitalares.

público-alvo

Portadores de diplomas de graduação em enfermagem, medicina, saúde pública, odontologia, farmácia, bioquímica, nutrição, ciências contábeis, administração e outros cursos de graduação emitidos por entidades reconhecidas pelo MEC, que atuem ou pretendam atuar como auditores de contas médicas e hospitalares em organizações de saúde públicas ou privadas.

mercado de trabalho

A auditoria de contas médicas e hospitalares é a avaliação sistemática da conformidade dos processos que geram as contas e faturamentos, bem assim os documentos e valores gerados por estes procedimentos. Verifica a exatidão da assistência em saúde prestada ao cliente, pela análise dos prontuários e verificação da compatibilidade entre procedimentos realizados e os itens que compõe a conta hospitalar cobrada, garantindo um pagamento justo mediante cobrança adequada. As ações de auditoria desenvolvidas pelas instituições de saúde são realizadas através das equipes de auditores que buscam aferir os aspectos técnicos, científicos, financeiros, patrimoniais e estruturais. A atividade de auditoria em contas médicas e hospitalares está consolidada tanto no setor público como no privado, envolvendo instituições hospitalares, centros de saúde as operadoras de planos de saúde.

Em 1990, no Brasil, a Lei nº 8080 conhecida como Lei Orgânica da Saúde (LOS) estabeleceu a necessidade de criação do Sistema Nacional de Auditoria (SNA), e em 1993 a Lei nº 8689 de 27 de julho de 1993, criou o SNA e estabeleceu como sua competência o acompanhamento, a fiscalização, o controle e a avaliação técnico científica, contábil, financeira e patrimonial das ações e serviços de saúde (CAMELO et al., 2009).

Em 2001, através da Lei federal nº 9.961, foi criada a Agência Nacional de Saúde (ANS) como uma autarquia sob regime especial, vinculada ao Ministério da Saúde. A agência reguladora tem a funções de regulação, normatização, controle e fiscalização das atividades que garantem a assistência suplementar à saúde. Além disso, promove a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regula as operadoras setoriais inclusive quanto às suas relações com prestadores e consumidores e contribui para o desenvolvimento das ações de saúde no país.

O Ministério da Saúde do Brasil (2011) aponta que a “auditoria é um instrumento de gestão para fortalecer o SUS, contribuindo para a alocação e utilização adequada dos recursos, a garantia do acesso e a qualidade da atenção à saúde oferecida aos cidadãos”. É tomada como ferramenta de controle e regulação da utilização de serviços de saúde e, especialmente, na área privada, com foco para o controle dos custos da assistência prestada.

As finalidades do processo de trabalho da auditoria são: aferir a preservação dos padrões estabelecidos e proceder ao levantamento de dados que permitam conhecer a qualidade, a quantidade, os custos e os gastos da atenção à saúde; Avaliar os elementos componentes dos processos da instituição, serviço ou sistema auditado, objetivando a melhoria dos procedimentos, por meio da detecção de desvios dos padrões estabelecidos; Avaliar a qualidade, a propriedade e a efetividade dos serviços de saúde prestados à população, visando à melhoria progressiva da assistência à saúde; e Produzir informações para subsidiar o planejamento das ações que contribuam para o aperfeiçoamento do SUS e para a satisfação dos usuários.

O crescimento dos serviços hospitalares no Brasil tem sido contínuo, nos limites das possibilidades da economia, dado que o atendimento em nosso País é inferior às demandas e necessidades da sociedade tanto em termos quantitativos, quanto qualitativos. Isto assegura oferta crescente de vagas aos profissionais especializados em auditoria de contas médicas e hospitalares, que terão a possibilidade de atuar em hospitais, clínicas e em outras organizações dos sistemas públicos e privados de saúde.

organização curricular

DISCIPLINA HORAS
AUDITORIA EM CONTAS MÉDICAS E HOSPITALARES COM VIVÊNCIAS INTEGRADAS
Desenvolvimento Pessoal e Profissional nas Carreiras da Saúde 40h
Política Pública e Legislação em Saúde 40h
Bioética e Ética em Auditoria em Saúde 40h
Comunicação de Resultados na Auditoria Hospitalar: Relatórios e Indicadores 40h
Acreditação e Qualidade Hospitalar 40h
Auditoria em Unidades de Enfermagem 40h
Controle e Auditoria em Organizações Hospitalares 40h
Auditorias Específicas em Saúde: OPME, Home Care e Cuidados com Pacientes Críticos 40h
Gerenciamento dos Custos e dos Faturamentos Médico-Hospitalares 40h
Carga Horária Total 360h
Trabalho de Conclusão de Curso - TCC (Optativa)* 60h
Carga Horária Total com TCC 420h
*O TCC é opcional e tem custo adicional.

duração do curso

Oferecer-se-á o curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Auditoria em Contas Médicas e
Hospitalares com Vivências Integradas com duração aproximada de 09 (nove) meses.

certificação

O curso é autorizado pelo Ministério da Educação - MEC, por meio da Portaria nº 362 de
14 de março de 2017 e com validade em todo o território nacional. Atende às exigências da Resolução CNE/CES nº 01, de 6 de abril de 2018 e do Decreto Federal nº 9.057/2017.

investimento

Consulte para mais informações.

Falar por WhatsApp: